alvorada.us
 Ennis Meier --- Washington USA

 


 
 
Nossa página não combate a igreja e sim as mudanças na doutrina da Igreja Adventista.

Todo material aqui apresentado, pode ser reproduzido livremente


 

"É tão fácil fazer um ídolo de falsas doutrinas e teorias, como talhá-lo de madeira ou pedra. Representando falsamente os atributos de Deus, Satanás leva os homens a olhá-Lo sob falso prisma...
" O Grande Conflito, pág. 583.

 
        


Neal
Wilson
enganou mais de 1 milhão !

Clique
 


 


 


 Um Testemunho
que revela toda a trama !
 (clique)


 
 


Veja no website oficial do Vaticano, o Papa Bento XVI declar
que houve  um "diálogo teológico entre católicos e adventistas."  (parágrafo 9º)
 
Clique:
   http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/speeches/2006/may/documents/hf_ben-xvi_spe_20060525_incontro-ecumenico_po.html

Em outras palavras: Há um entendimento teológico entre as 2 religiões. (diálogo existe quando 2 falam a mesma lingua, se entendem e estão de acordo)

 
"Reconhecimento recíproco da validez do batismo", o Papa inclue os Adventistas ?

No Manual da Igreja 2000 os Adventistas reconhecem o batismo de outras religiões que batizam por imersão, como Universal do Reino de Deus, e igrejas ortodoxas, --- religiões de exorcismo, e religiões em que se pratica a idolatria.

Outra revelação significativa do Papa Bento XVI referente ao tratado de amizade adventistas e católicos, (veja também no final desta página) além das negociações terem levado 15 anos, o tratado foi assinado num templo católico !




Warsaw, Poland ... [ANN]

"The Seventh-day Adventist Church cannot be treated either as a

'new religious movement,' or as a sect," declares a joint
statement drawn by the Roman Catholic Church and the
Adventist Church in Poland.




O Tratado de Amizade resultou em modificações no livro O Grande Conflito: A palavra "Igreja Catolica" em muitos lugares foi trocada por ROMANISMO nas novas edições.

Os pastores adventistas foram proibidos de atacar a Igreja Católica.
Como a "Mensagem do Terceiro Anjo" é uma advertência contra a Igreja Católica, a Igreja Adventista deixou de ser a portavoz da Mensagem do Terceiro Anjo. --- Apocalipse 14:9



Porque, em determinado ponto da história da IASD desapareceram das revistas adventistas os artigos contra a doutrina da Trindade.
(muito antes da mudança da doutrina no Year Book de 1931)

A corporação frequentemente usa o argumento que os pioneiros vieram de religiões que não aceitavam a doutrina da Trindade, e por essa razão levaram algum tempo para expurgar o erro anti-trinitariano. (mais de 50 anos, um tempo longo demais)

É verdade no que pesa a procedência de alguns dos pioneiros, (Battes e James White) terem vindo de igrejas que não acreditavam na Trindade, porém o argumento não resiste aos fatos, e carece explicações:

Em 1903 morreu Uriah Smith, (diretor de publicações) um dos últimos representates da geração dos pioneiros. (um convicto anti-trinitariano, igual a todos os pioneiros da sua época)

Em 1909,  
Francis McLellan Wilcox tornou-se diretor associado da Review and Herald, cargo que manteve até 1944. (principal revista adventista) Era um homem radical, com tendências ao fanatismo. (veja: http://www.alvorada.us/0099.htm )

Cabe lembrar que F.M.Wilson (como é mais conhecido) foi um dos pioneiros do trinitarismo na IASD,  http://www.alvorada.us/0077.htm  e inclusive foi o homem chave na comissão de 4 administradores que mudaram a doutrina no final de 1930. (ver Year Book 1931)

O argumento que Ellen White teria concordado com o "balão de ensáio" do editor da revista adventista não procede, (só porque estava ao lado de um artigo de Ellen White, como enfatiza o livro "A Trindade") pois o incidente ocorreu pouco mais de um ano antes da morte de Ellen White, e ela já estava no seu leito de morte com a bacia fraturada por uma queda.
Constatem que em 13 de abril de 1914 Ellen White siquer tinha condições de assinar a sua correspondência:   http://www.alvorada.us/0014.htm  (veja imagem de carta assinada por seu filho William White)



É fácil concluir porque desapareceram das revistas adventistas os artigos contra a doutrina da Trindade:

O diretor das publicações adventistas por 35 anos, não estava interessado em artigos que contrariavam os seus pontos de vista trinitarianos.

Não é para se admirar a importância do cargo de editor chefe das revistas adventistas, e a razão porque homens da estirpe de Ruben Lessa sejam postos no comando das publicações adventistas, pois representam o que há de mais rançoso no adventismo.

A corporação usa o argumento da influência causada pela origem dos pioneiros, sem o menor constrangimento ao se chocar de frente com o que escreveu Ellen White em 1905, pois o que interessa é apenas encontrar uma saída menos traumática !

“Quando o homem vier mover um alfinete do nosso fundamento o qual Deus estabeleceu pelo seu Santo Espírito, deixe os homens de idade que foram os pioneiros no nosso trabalho falar abertamente, e os que estiverem mortos falem também, reimprimindo os seus artigos das nossas revistas. Juntemos os raios da divina luz que Deus tem dado, e como Ele guiou seu povo, passo a passo no caminho da verdade. Esta verdade permanecerá pelo teste do tempo e da experiência.--- ”24 de Maio de 1905 - Manuscript Release Vol.1, pág.55.


 





A teologia adventista, a "Vulgata Latina", e a história do locutor de rádio que informava a hora certa aos seus ouvintes.

(as Traduções da Bíblia)

"Senhor, Abra os Olhos do Rei da Inglaterra!"

Estas foram as últimas palavras de William Tyndale, antes de morrer queimado numa fogueira.
Deveria ter pedido também pelos “doutores em divindade” da Igreja Adventista!

Um homem passava pontualmente frente a uma relojoaria todas as manhãs e acertava o seu relógio. Um certo dia, o dono da relojoaria lhe disse:
-- O senhor gosta de estar sempre com a hora certa!
O homem explicou:
-- É que eu sou o locutor da rádio e, de cinco em cinco minutos, costumo informar a hora certa aos nossos ouvintes.
-- Ra-ra-rá, riu o dono da relojoaria. E disse: -- Nós acertamos os nossos relógios pelo seu programa de rádio!


A Constituição da Inglaterra rezava que quem traduzisse a Bíblia para o Inglês sem autorização de Roma, seria condenado à morte. Só era permitido circular a “Vulgata Latina”, aprovada por Roma, e ninguém deveria ousar traduzir a Bíblia para o inglês.
Contudo, William Tyndale não temeu a morte pela causa da verdade e fez uma tradução da Bíblia a partir dos próprios manuscritos gregos, retificando os erros da Vulgata Latina.
(William Tyndale era professor de hebráico e grego nas melhores universidades da Inglaterra)

Hoje, a King James, João Ferreira de Almeida e outras, no todo ou em parte, trazem os erros da Vulgata Latina!
Por muitos anos, as Bíblias protestantes, eram copiadas de pouco mais de três mil Bíblias deixadas por Tyndale. Mas, pouco a pouco os protestantes foram esquecendo a verdade e, hoje, até os Adventistas aderiram aos mesmos erros da Vulgata Latina.
Uma dessas raras copias do Novo Testamento de William Tyndale foi comprada pela Biblioteca de Londres por mais de 1 milhão de Libras em 1994.

Os Adventistas hoje têm muito a ver com a história do homem que acertava o seu relógio todos os dias em frente à relojoaria!

Reproduzo abaixo, em inglês, João 1:1, como está escrito na Bíblia que custou a vida de William Tyndale:

Gospel of Saint John 1:1-3:
In the beginning was the word, and the word was with God: and the word was God. The same was in the beginning with God. All things were made by it, and without it, was made nothing, that was made. In it was life, and the life was the light of men, and the light shineth in the darkness, but the darkness comprehended it not.


É importante notar que Tyndale usa “it” em lugar de “Him”, usado nas traduções baseadas na Vulgata Latina. Na tradução Tyndale, a palavra “word” está em letra minúscula, e não se trata de HIM (Deus) e, sim, do meio pelo qual Deus falou e tudo apareceu (por sua palavra).

William Tyndale pagou com a sua vida em 6 de outubro de 1534 por traduzir a Bíblia em conformidade com a inspiração divina.

Pouco adianta, aos adventistas trinitarianos, acertarem seus relógios pela Vulgata Latina, traduzida por São Jeronimo !

Comprei o meu exemplar no Novo Testamento de Tyandale na loja da Associação Potomac (ABC) que fica a menos de 1 milha da Conferência Geral.  Numa estante, havia dúzias de bíblias adventistas falsas (“The Clear Word”, traduzida por adventistas). Ao lado, apenas três cópias da tradução que custou a vida de um mártir desconhecido na Igreja Adventista.

João 1:1-3 é o principal argumento que a Igreja Adventista usa para defender a doutrina da Trindade.   

São Jerônimo era padre e secretário do Papa Dâmaso. ---  Hoje, santo da Igreja Católica.












Da flacidez de como são tratados os que corrompem a Bíblia, nasceu a bíblia adventista  "The Clear Word".
Ora, uma simples parafrase da autoria do Dr. Jack Blanco, dizem os administradores dventistas.
A IASD admitir parafrases com interpretações de Ellen White dentro do texto bíblico (não na margem) é o mais longe que poderiam chegar !
Essa Bíblia é impressa nas oficinas da Review and Herald (CPB americana) e originalmente foi prefaciada pelo diretor de jovens da Divisão Norte Americana.

 

 
O texto bíblico é confiável ?

Leia, e você mesmo responde.
"Segundo. Existen más de 5.000 manuscritos griegos del Nuevo Testamento y al comparar uno con otro, el investigador encuentra adiciones, eliminaciones, y otro tipo de cambios. A esta realidad se la define como variantes textuales."

A afirmação é estarrecedora, principalmente por ser do Diretor do Bible Intitute da Conferência Geral:  Ángel M. Rodríguez, Th.D.


O título afirma uma coisa, para em seguida provar o contrário.
 

http://www.adventistbiblicalresearch.org/preguntasbiblicas/textobiblicoconfiable.htm                    




"Aunque en la Biblia hay interpolaciones, ellas no alteran las doctrinas de la Palabra de Dios."    Ángel Manuel Rodríguez

Acha que não altera, porque aceita o erro !
Toda e qualquer mudança na Bíblia alteram as doutrinas da Palavra de Deus, incluindo I João 5:6 e 7.



E
mbora a história de Jesus narrada pelos apóstolos seja uma confirmação do Velho Testamento, e não haja dúvida tratar-se do prometido Messias, os teólogos da Andrews querem provar a Trindade pela etimologia de algumas palavras no grego, e pela fórmula batismal de Mateus 28:19.
Pior ainda, usando dicionários feitos 2 mil anos depois que a lingua se extinguiu, e com originais escolhidos e encontrados nos conventos e igrejas católicas.

Com um dicionário de 10 mil palavras, pretendem encontrar o significado exato num dicionário de 200 mil palavras. (80 mil no dicionário da Academia Brasileira de Letras)

Alguém que aponte onde está esse "Novo Testamento" com as 5 mil variantes, e apresente garantias que os tradutores católicos e protestantes escolheram as variantes corretas ???
    (incluindo adventistas)


A verdade se resume no seguinte:
O Velho Testamento é a própria história do povo judeu, cuja integridade foi fiscalizada por eles. O VT não ficou a mercê da igreja Católica, e duas correntes opostas naturalmente preservaram o livro.
Porém, o Novo Testamento deve ser sempre lido com reservas em afirmações polêmicas, confirmando sempre no Velho Testamento. A igreja Católica teve o monopólio do NT por muitos séculos, e o que chamam de "originais" foi encontrado em conventos e bibliotecas católicas.

Alguém vai contestar: onde fica então a providência divina ?
Se a preservação da Bíblia fosse por um ato divino, não precisariam as advertência do Apocalipse 22 contra os que corrompem a Bíblia.
O que existe, talvez seja o suficiente para quem ardentemente procura a verdade.

 

 


A pedra fundamental da doutrina da Trindade está no Catecismo revisado pelo Vaticano, onde assumem a autoria da mudança de Mateus 28:19
Clique aqui para entrar numa areia movediça:
http://www.alvorada.us/mateus2819.htm

 

 



Os deuses da IASD coincidem com os nomes da Bíblia, porém tratam-se de homônimos. --- Isto é: nomes iguais, mas indentidades totalmente diferentes.
 

A Bíblia apresenta o Deus que criou o mundo e tudo o que nele há, cujo nome é Jeová.
O Deus de Abraão foi quem libertou o povo de Isarel do cativeiro do Egito, e deu a lei no monte Sinai.
O Tetragrama YHVH, latinizado para JHVH, refere-se ao nome do Deus de Israel, יהוה.

Muitos erroneamente pensam que Alá ou Allāh é o nome próprio de um deus particular dos muçulmanos. Não obstante, é utilizado também pelos cristãos e judeus de língua árabe.

Tanto o judaismo como o islamismo insistem numa unidade pessoal, e não em diversas pessoas. (como afirmam os cristãos com o dogma da Trindade)


A Igreja Adventista, tal como judeus e muçulmanos, acreditava num único Deus pessoal até 1980,  quando oficialmente mudou a sua doutrina para o dogma da Trindade.

A profetisa Ellen White conviveu com doutrinas oficiais anti-trindade, durante várias décadas sem fazer uma única reprovação.

A administração da igreja para justificar a mudança, apresenta muitos rascunhos em pedaços de papel, da suposta autoria de Ellen White. Anotações que muito bem poderiam ser meras cópias de revistas da época, (não havia outro método como copiar) porém  nunca apresentam uma prova em publicação da época em que viveu.
A maioria dos textos trinitarianos são FALSOS e aparecem no livro EVANGELISMO, só publicado em 1946.
Ao contrário, há 17 textos em que ela nega a doutrina da Trindade:
 http://www.adventistas.ws/perguntas45.htm
Veja também: http://www.alvorada.us/egw222.htm

 

Tertuliano foi um sacerdote católico que viveu nos primeiros anos do cristianismo e foi quem elaborou a doutrina da Trindade.
Foi contestado por um sacerdote da Alexandria, Árius, que deu margem a uma polêmica no Império Romano que durou muitos séculos.

A Trindade foi implantada no Império Romano por decreto, tendo sido a causa de perseguição religiosa ao longo dos séculos.

Os reformadores protestantes pararam, deixando de reformar a questão do dia de guarda, e a questão da Trindade.

Das religiões com raizes no judaismo, não há mais que meia dúzia que não tenham aderido à doutrina da Trindade.

Russel, fundador das Testemunhas de Jeová foi adventista em sua mocidade, onde aprendeu a doutrina do Deus único.

Os muçulamanos aceitam a Cristo como um profeta, e os judeus o rejeitam completamente.
Porém, tando judeus como muçulmanos repudiam o politeismo da Trindade como originário no paganismo.

O dogma da Trindade não pode ser provado na Bíblia, como reconhece a Enciclopédia Britânica.

http://www.adventistas.ws/britanica.htm


A doutrina da Trindade se fundamenta num paradoxo:
  Depois de uma elaborada montagem de textos para provar que há três deuses, são obrigados a se desmentir e provar ao contrário, que os 3 são um só
(tentando não cair no politeismo pagão)


Mudar qualquer um dos característicos atribuidos a Deus na Bíblia, significa tratar de um outro deus.

A doutrina da Trindade é uma violação do primeiro mandamento da Lei de Deus
.
O Deus da Bíblia é O Soberano do Universo e Único.
João 17:3 - "E a vida eterna é esta: que te conheçam a tí, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste."  (veja muitos textos em http://www.alvorada.us/0009.htm  )
O deus da IASD não é único e são três.
Portanto, não há um soberano do universo.
O Senhor Jesus Cristo da Bíblia é o Filho de Deus e morreu numa cruz.  --- Filho tem começo, e o Jesus da Bíblia era mortal.
I Timóteo 6: 16 "Aquele que tem, ele só, a imortalidade e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver; ao qual seja honra, poder sempiterno. Amem."
 
 A doutrina Adventista N.2 reza que são 3 pessoas coeternas, portanto Jesus não é filho e nunca morreu.

Os teólogos adventistas dizem que "Filho" é um título messiânico, e apenas morreu o Jesus homem, que veio a esta terra.
(uma doutrina espírita)
O Espírito Santo não é identificado na Bíblia como igual a Deus, e nem é apresentado como uma pessoa que deva ser adorada. ("enviarei outro consolador" não significa ENVIAREI UM OUTRO DEUS)

Não há texto que confirme o Espírito Santo como sendo Deus.

O Espírito Santo não aparece no Apocalipse, entre o Pai e o Cordeiro, que serão adorados por toda a eternidade.
I João 5:6 e 7 seria o único texto de apôio aos trinitarianos, não obstante o Bible Institute da Conferência Geral confirma se tratar de uma inscrição marginal em latim, que aparece em alguns originais. UM TEXTO FALSO !



O livro A TRINDADE, escrito por 3 teólogos da Andrews University, diz que "o Espírito Santo na eternidade é represntado pelo rio da vida."
(depois de afirmar que o ES é uma pessoa, acabam se desmentindo)





Todos os deuses tem o mesmo nome, mas o
Deus verdadeiro se conhece pelos caracteres descritos na Bíblia.

"único" é o primeiro ponto de identificação do Deus verdadeiro.
(João 17:3 --
I Corintios 8:6 etc. )



Êxodo 20: 1 a 3   "Então falou Deus todas estas palavras: Eu Sou o Senhor teu Deus que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de mim."

Deus ao dar a Lei, se apresenta no singular, como uma única pessoa.

O primeiro mandamento é uma proibição contra a doutrina da Trindade.
Uma proibição ao politeismo adventista, que se esconde atrás de um sofisma: 3 em 1. (triuno)

Uma pergunta aos Adventistas ?    Por que o quarto mandamento deve ser entendido ao pé da letra, mas o primeiro mandamento quando diz EU e MIM não significa uma única pessoa ?

O dedo de Deus de Êxodo 31:18 eram 3 dedos ?  (triuno)

Teria algum valor uma lei cujo autor teria escondido a sua verdadeira identidade ?





17 textos não trinitarianos de EGW com as confirmações:  
 http://www.adventistas.ws/perguntas45.htm

Escolha, entre:

1.  Ellen White mudava de idéia como o vento.

2. Os rascunhos encontrados no lixo foram aproveitados, e os textos do livro EVANGELISMO foram falsificados.

Havia fortes razões para os dirigentes recorrerem fraude e a falsificação. Após uma mudança da doutrina, aos poucos foram encontrando os "furos" !

Professor de História da Igreja Adventista na Andrews University, conta em seu livro como manipularam os livros da igreja.
George R. Night

Acompanhe a nossa tradução:
Página 152:

"...especialmente durante os anos de 1940."
 
"Esta década por exemplo, testemunhamos o esforço por parte de alguns em "limpar" e consertar a literatura e as publicações Adventistas. Três áreas ilustram essa tendência.

A primeira preocupação era a Trindade.  Como mostramos nos prévios capítulos, os Pioneiros Adventistas eram em grande parte anti-Trinitarianos e semi-arians."


(
pág.155)
"A segunda importante iniciativa para "limpar" a literatura Adventista, de forma a mostrar a denominação mais ortodoxa, teve a ver com a natureza humana de Cristo." (assunto diretamente ligado à doutrina da trindade)
Clique aqui para ver as imagens e a tradução:
Clique aqui para ler o Prefácio do livro, escrito por quem comandou a mudança na IASD.






Veja a prova mais forte que os pastores usam para defender a Trindade clique

Ellen White não disse toda a verdade nas dezenas de livros que escreveu.

A "revelação do céu" sobre a verdadeira natureza da divindade, vem de um bloco de anotações de compras que foi encontrado num montão de papéis velhos, depois da sua morte !






Há um único texto de sentido duvidoso, em livro antigo que eu mesmo copiei (Ennis Meier) e pode ser visto aqui:
http://www.adventistas.ws/original.htm 
  (original em inglês)
http://www.alvorada.us/0013.htm   
(tradução deturpada para o português)

Por estar escrito em letra minúscula, e relacionar a energia, é duvidoso que Ellen White tenha pretendido identificar uma entidade pessoal, e semelhante a Deus.



35 anos secretário de Ellen White e diretor do White Estate até o dia da sua morte em 1937


William C. White escreveu:

"A
s declarações e argumentos de alguns de nossos ministros no seu esforço de provar que o Espírito Santo é uma pessoa como Deus o Pai e Cristo o eterno Filho,  tem me deixado perplexo e algumas vezes me desgostaram."
--- assinado  W.C.White.

http://www.alvorada.us/cartawilliams.htm

 




NOVA LUZ  ... qual?
A dos pioneiros da igreja ? ... ou a que surgiu em 1980 ?   Clique


Tradução da Lição da Escola Sabatina:
" É nossa responsabilidade estudar as Escrituras por nós mesmos, pedindo a direção do Espírito Santo, e submetendo o nosso entendimento àqueles que são capazes de julgar os nossos achados, e então obedecer as decisões da igreja de forma a manter a unidade da igreja."

(tenho a imagem da Lição da Escola Sabatina em português, mas no momento não fui capaz de achar)



A TRINDADE

Jerry Moon , John W. Reeve , Woodrow W. Whidde (autores: 3 professores da Andrews University)

Confessam que a doutrina da Trindade Adventista está  "ecoando" o Concílio de Nicéia, presidido pelo Imperdor Constantino.

A recomendação de 1946, que afirmam ter
tornado oficial a doutrina da Trindade, não passou de uma simples recomendação para modificar a doutrina e posterirmente ser votada numa assembléia da Conferência Geral. A votação aconteceu 34 anos mais tarde com características de uma fráude.
A recomendação de 1946 não endossa coisa alguma !     Clique




A Igreja Adventista nos últimos 25 anos  inverteu as suas definições de verdade e engano !
A mudança foi um processo que começou em 1931 e culminou em 1980 em Dallas, Texas.

"Muitos dentre os fundadores do adventismo não se uniriam à Igreja hoje, se tivessem que subscrever as crenças fundamentais da denominação."

Embora reveladora, a introdução é enganosa, pois a mudança ocorreu nos meus dias de vida
.


Você deveria ler outra vez este artigo e pensar 2 vezes. Não que os pioneiros fossem guias espirituais, aos quais devemos seguir, mas por mostrar a inversão do rumo que a IASD tomou:   A IASD simplesmente ficou encandilada pela magia da Igreja Católica !

O artigo é uma confissão de um professor de história da igreja, na Universidade de Andrews.
A revista Ministério (Ministry) é um mensário oficial para os pastores Adventistas, traduzido para dezenas de linguas.



Leia a continuação clicando aqui:  http://www.alvorada.us/0104.htm


 

Conheça a história completa da mudança:


"Os mortos devem falar novamente"   
Ellen White

 

"When men come in who would move one pin or pillar from the foundation which God has established by His Holy Spirit, let the aged men who were pioneers in our work speak plainly, and let those who are dead speak also, by the reprinting of their articles in our periodicals. Gather up the rays of divine light that God has given as He has led His people on step by step in the way of truth. This truth will stand the test of time and trial."   Ms 62, 1905, p. 6. (A Warning against False Theories, May 24, 1905.) (Ellen White, 1905, Manuscript Releases Volume One, page 55)

Tradução:

Quando o homem vier mover um alfinete do nosso fundamento o qual Deus estabeleceu pelo seu Santo Espírito, deixe os homens de idade que foram os pioneiros no nosso trabalho falar abertamente, e os que estiverem mortos falem também, reimprimindo os seus artigos das nossas revistas. Juntemos os ráios da divina luz que Deus tem dado, e como Ele guiou seu povo, passo a passo no caminho da verdade. Esta verdade permanecerá pelo teste do tempo e da experiência.
24 de Maio de 1905 - Manuscript Release Vol 1 pg 55.
 



     J.N. Lougborough.  - Adventist Review, 5 de Novembro de 1861    http://www.alvorada.us/0088.htm

    
     James White - Adventist Review, 6 de Julho de 1869.    
James White foi o marido de Ellen White e 3 vezes Presidente da Conferência Geral.
http://www.alvorada.us/0089.htm

     J.B.Frisbie  - The Advent Review ----"Restaurando Roturas", 4 de Abril de 1854.  http://www.alvorada.us/0090.htm



     James White -The Advent Review, 11 de Dezembro de 1855. 
http://www.alvorada.us/0091.htm



     James White - Review and Herald, 7 de Fevereiro de 1856. 
http://www.alvorada.us/aa.htm



      J.N. Andrews - Adventist Review, March 6, 1855. 

http://www.alvorada.us/revista10.htm


      James White - The Day Star, 24 de Janeiro 1846. 
http://www.alvorada.us/revista12.htm



      J.N Andrews - Advent Review, 5 de Agosto de 1852.  
http://www.alvorada.us/revista14.htm

 

     D.W.Hull  - Adventist Review ,10 de Novembro de 1859. 
http://www.alvorada.us/revista18.htm

 

     
R.F.Cottrell  - Advent Review, 6 de Julho de 1869.   
RF Cottrell era redator da Revista Adventista e quem escrevia a Lição da Escola Sabatina.
http://www.alvorada.us/revista30.htm



Joseph Bates wrote regarding his conversion in 1827, "Respecting the trinity, I concluded that it was impossible for me to believe that the Lord Jesus Christ, the Son of the Father, was also the Almighty God, the Father, one and the same being."

Joseph Bates escreveu com relação a sua conversão em 1827, "Com respeito a Trindade eu concluí ser impossível acreditar que o Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai Todo Poderoso, são um mesmo Ser."

Nota: Joseph Bates era Capitão da Marinha Mercante e esteve no Brasil antes de haver qualquer Adventista.


Urias Smith -
But respecting this Spirit, the Bible uses expressions which cannot be harmonized with the idea that it is a person like the Father and the Son. Rather it is shown to be a divine influence from them both, the medium which represents their presence and by which they have knowledge ad power through all the universe, when not personally present.3
3Uriah Smith, “In the Question Chair,” Review and Herald, LXVII (October 28, 1890), 664.

"Mas com respeito ao Espírito, a Bíblia usa expressões que não podem se armonizar com a idéia que é uma pessoa igual ao Pai e ao Filho. Ao contrário mostra que é uma divina influência de ambos; o meio pelo qual se fazem representar e pelo qual se manifesta o poder através de todo o universo, quando não estão pessoalmente presentes."

Urias Smith foi o diretor das publicações Adventistas por quase 50 anos.


Há provas torrenciais de que os pioneiros eram unânimes contra a doutrina da Trindade.
Essa doutrina não fazia parte da doutrina Adventista, fato facilmente constatado nos Years Books oficiais daquela época.  (ao contrário, esses anuários oficiais negavam a tal doutrina)

http://www.alvorada.us/year_books.htm



NOTA: A revista adventista americana ao longo dos anos teve diferentes nomes,  sendo que todas as citações são da mesma revista.


 



 

Uma confissão desconcertante, de que os pioneiros Adventistas não aceitariam hoje fazer parte da igreja: http://www.alvorada.us/0104.htm


 

 



 



Quando os mordomos são infiéis, Deus preserva a

verdade de outras formas !
 

X left pendentive painting: Dulces ante omnia Musae O vice-presidente Ted Wilson proibiu Ennis Meier continuar as pesquisas nos arquivos da Conferência Geral.
Mas, não vai conseguir destruir os YEAR BOOKS antigos da igreja Adventista, pois também podem ser encontrados na Biblioteca do Congresso Americano ! 


Obtenha instruções clicando: http://www.adventistas.ws/library_of_congress.htm

 

 

   
Para sua reflexão:                                             Ennis Meier


A inteira doutrina da Trindade está baseada numa premissa falsa que não tem sustentação na Bíblia.

UM DEUS EM TRÊS PESSOAS - Essa premissa está montada num engenhoso desfile de textos bíblicos, porém termina sempre numa conclusão própria. Nunca termina num texto afirmativo e claro da Bíblia, porque esse texto não existe.

Quando Jesus disse: "eu e o Pai somos um", não disse "eu e o Pai somos um só Deus", e nem incluiu o Espírito Santo.
É evidente a retórica nas palavras de Jesus, pois também é pacífica a idéia que se tratam de 2 pessoas divinas independentes. (Deus e seu Filho)

O texto que seria a base da doutrina da Trindade não existe !  --- Teria que ser verdadeiro 1ª João 5: 6 e 7.
(em algmas traduções)
O fato desse texto ser falso é muito significativo !  O fato de não se poder estabelecer uma doutrina num único texto é também um imperativo da prudência, considerando-se as 1500 Variantes do Novo Testamento.

O problema dos defensores da Trindade, é que não se detém para estudar primeiro as contradições que essa doutrina cria com outras doutrinas apresentadas na Bíblia:
A intercessão de Jesus: Como Jesus poderia interceder (entre) para com ele mesmo?    
Coeternos:
Como Jesus pode ser coeterno se é Filho, e morreu na cruz? 

... ou, para os "doutores em divindade" da Andrews University Jesus nem é Filho, e nem morreu verdadeiramente, ... e até mesmo a promessa da "vida eterna" é simbólica !

A Bíblia apresenta doutrinas; elas não são simplesmente encontradas na Bíblia.
 




 


A resposta da administração da Igreja Adventista !




A
Igreja Adventista acabou de dar uma resposta aos movimentos leigos que não aceitam as mudanças na doutrina Adventista: Um livro escrito por três professores da Universidade de Andrews. (onde os "doutores em divindade" da igreja se formam)

O livro desfigura os pioneiros da Igreja Adventista, chamando-os de "semi-arianos". A mesma acusação que a Igreja Católica fazia há mil anos a todos os que aceitavam as idéias do sacerdote Arius, que viveu na Alexandria no início da era cristã.

Entre muitos argumentos estranhos, o livro revela que a origem da doutrina Adventista atual foi num folheto copiando um artigo de jornal de New York. Pior que isso, o artigo era escrito por um bispo episcopal !

(o folheto visto ao lado)




O Monte de Lixo Histórico !

N
eal Wilson foi o Presidente da Conferência Geral que articulou para que a mudança de 1931 torna-se oficial !
Fez uma convocação na Revista Adventista, sem falar em mudanças !
Clique:


Um folheto com um artigo de jornal de New York
1892




O "marco zero" na doutrina da Trindade na Igreja Adventista

A primeira publicação Adventista em que aparece a palavra "Trindade".

Estranho, mas verdade !
A história da mudança na doutrina Adventista começa num folheto que reproduz um artigo de jornal de New York, com um artigo de um bispo episcopal.

Num dado momento a Igreja Adventista deu uma rasteira nos seus pioneiros e foi buscar fora da igreja a sua doutrina.

O processo da mudança foi lento e deveu-se à opinião da comunidade evangélica americana, que classificava a Igreja Adventista como uma "seita do grupo das Testemunhas de Jeová", pelo fato de Charles Taze Russel (fundador das TJ) ter sido Adventista na sua mocidade. (clique)
 



 http://www.britannica.com/    Enciclopédia Britânica

 A sua opinião, ou crítica, é sempre valiosa, escreva:  e-mail:    ennis@adventistas.net   (clique)

 


Haverá, mesmo entre nós, mercenários e lobos disfarçados em ovelhas que persuadirão [alguns do] rebanho de Deus a sacrificar a outros deuses diante do Senhor. ... Jovens que não se acham estabelecidos, arraigados e firmados na verdade serão corrompidos e desencaminhados pelos condutores cegos dos cegos; e os ímpios, os desdenhadores que duvidam e perecem, que desprezam a soberania do Ancião de Dias e colocam um falso deus sobre o trono, um ser de sua própria invenção, um ser completamente tal qual eles mesmos - estes instrumentos estarão nas mãos de Satanás para corromper a fé dos incautos.” Mensagens Escolhidas, Vol 3, pág.398.



A nossa opinião sobre Ellen White:  
Aceitamos a sua missão de mensageira do Senhor, mas não a glorificação de Ellen White !

Simplesmente profeta, humana e falível !  Igual a Moisés, que matou um homem e o escondeu na areia; igual a Balaão que escreveu uma das mais lindas profecias da Bíblia e recebeu as mais terríveis condenações.
Ellen White escreveu coisas inspiradas, coisas da sua própria cabeça e coisas copiadas de outros.
É muito difícil situar Ellen White no contexto da verdade, pois a administração da igreja escondeu os seus erros, alterou o que não lhe convinha dizer, e corrompeu toda a sua obra.
Hoje, existem mais de 100 novos títulos assinados por Ellen White; obras que ela nunca publicou e temperadas ao sabor da administração !


Não aceitamos a idolatria imposta pela administração; não aceitamos o título divino: "Espírito de Profecia".
É um absurdo exigir no batismo uma Profissão de Fé em Ellen White.
Não aceitamos a enganosa propaganda da Igreja Adventista, ao dizer que só a Bíblia é a fonte de doutrinas e na realidade colocam Ellen White no mesmo nível da Bíblia.
O livro "A Mensageira do Senhor" é apenas uma vacina contra o que mostra a Internet, e visa diminuir o impacto dos erros de Ellen White, sempre escondidos pela administração.

Deve-se a F.M.Wilsox a glorificação de Ellen White em sua obra, na década dos 30
.

Balaão: "Ve-lo-ei, mas não agora; contempla-lo-ei, mas não de perto; uma estrela procederá de Jacó, e um cetro subirá de Israel, que ferirá os termos dos moabitas e destruirá todos os filhos se Sete."  Números 24: 17

Balaão: Três terríveis condenações para um profeta verdadeiro: II Pedro 2:15 --- Judas 1:11 --- Apc. 2:14


 

 


 

Todos os Yearbooks aqui mostrados podem ser vistos e
copiados na Livraria do Congresso Americano em Washington DC. 
(clique abaixo)


left pendentive painting: Dulces ante omnia Musae
Library of Congress


http://catalog.loc.gov/





Deus sempre preservou a verdade em lugar seguro !

Todos os Year Books Adventistas podem ser encontrados na Biblioteca do
Congresso Americano

Obtenha instruções clicando http://www.adventistas.ws/library_of_congress.htm

 


C
onheça a origem dos documentos e veja FOTOS, clicando aqui:

Clique aqui para conhecer a importância dos documentos: (pag.342)

Decobrindo a verdade da Trindade na IASD - Clique aqui:


 

Uma torrencial prova que a história da Igreja Adventista está sendo forjada !

É absolutamente FALSA a alegação da administração que "alguns pioneiros eram semi-arianos". 
O que chamam de "semi-arianismo" era a doutrina OFICIAL da Igreja Adventista até 1980.


                                         

Clique aqui para ver os 10 Year-Books entre 1889 e 1914 - Um por um, todos iguais e sem a doutrina da Trindade. (verifique que as páginas são diferentes)
O Livro das 27 Doutrinas publicado em 1980 apresenta um quadro parcial das datas em que as doutrinas foram publicadas, mas não fala em mudanças: clique aqui

O que escreveram os pioneiros na Review and Herald : Clique aqui   (Revista Adventista)

1872 - Folheto publicado pela igreja, com as doutrinas redigidas por Urias Smith
www.alvorada.us/bb.htm

1874 - "Signs of The Times", em que publica as doutrinas da igreja que Urias Smith redigiu.
www.alvorada.us/0004.htm

1889 - Year Book - Primeira publicação das doutrinas, conforme Urias Smith escreveu.
www.alvorada.us/0028.htm

 1894 - Aprovação das Doutrinas Adventistas na Assembéia da igreja de Battle Creek, Michigan.
www.alvorada.us/039.htm


1889 a 1914 - Publicação da doutrina Adventista em 10 (dez) Year Books em anos que Ellen White estava viva. (morreu em 1915)  
www.alvorada.us/cc.htm

1931 - Publicação no Year Book da doutrina da Trindade.  www.alvorada.us/0005.htm

1980 - Aprovação da doutrina da Trindade na Assembéia da Conferência Geral de Dallas, Texas. www.alvorada.us/0006.htm

 
O que escreveram Ellen White e os Pioneiros www.alvorada.us/0041.htm


EGW - Lista oficial de publicações 1960

Clique aqui

Doutrinas de 1911 completas Clique aqui


A IASD assume várias identidades, dependendo de onde prega !




Como o camaleão http://www.sdaisrael.org/sdaisrael.php?p=croyance


 


O logotipo oficial da IASD parece ter uma cruz invertida, que é um símbolo dos satanistas.

A Igreja Adventista de Jerusalem usa um logotipo especial para judeus, sem a cruz ! 
Também uma doutrina especial, sem TRINDADE !
 Clique:


 
 

Veja o absurdo que admitem eles na pág. 221 do livro
A Trindade:



“Os pontos de vista da Igreja finalmente mudaram porque os adventistas  chegaram a uma compreensão diferente da evidência bíblica.

(isto é: Ao contrário da Bíblia)
Clique aqui



A doutrina da Trindade, tanto na Bíblia como nos livros de Ellen White, tem as bases na areia !
Clique aqui  para constatar a fragilidade dos textos bíblicos que chamam Jesus de Deus.

Constate também que o livro Evangelismo, publicado somente em 1946, foi montado com documentos FALSOS ! :  Clique 
Também:  http://www.alvorada.us/0079.htm

 

 


 





Ellen White afirmou que o Espírito Santo é Jesus

Clique

O sacerdote Católico Tertuliano foi o inventor da Trindade, que hoje é o "deus católico" dos Adventistas

Tertuliano também inventou:  O sinal da Cruz, a absolvição, a penitência e etc. Clique:
 


     

Afinal, a mudança foi em 1931, ou em 1980 ?
Em 1930, apenas 4 administradores liderados por FM Wilcox (Diretor da Review & Herald --- embora o Presidente da Conferência Geral estivesse presente na reunião) decidiram publicar as doutrinas da igreja no "Year Book 1931".  A desculpa apresentada foi que isso facilitaria a entrada dos Adventistas em paises africanos.

FM Wilcox foi o mesmo que publicou em 1913 um pequeno parágrafo com a doutrina da Trindade.
Foi então que começou uma luta interna que durou 50 anos !
Muitos, simplesmente não admitiam que apenas 4 administradores pudessem mudar a doutrina que 1521 Adventistas subscreveram em 1894.---  Os mais representativos Adventistas da época, incluindo toda a Conferência Geral, casa publicadora e hospial de Battle Creek. (cidade onde encontrava-se a séde dos Adventistas)


Em 1946 os opositores da doutrina da Trindade conseguiram interpor na Assembéia da Conferência Geral, uma decisão impedindo qualquer "mudança de portas fechadas", como foi em 1931.

"Qualquer mudança na doutrina só poderá ser feita em Assembéia da Conferência Geral."
(Legalmente, anulava a publicação do Year Book de 1931 e posteriores)
A Review and Herald, June,14 1946 (pg.197) publicou a decisão da Assembléia da Conferência Geral:
" We recommend: 1. That the Church Manual be revised and all changes or revision of policy that are to be made in the Manual shall be authorized by the General Conference session."  (Qualquer revisão nas doutrinas da Igreja deve ser feita pela Assembléia da Conferência Geral)
A decisão de 1946 não foi vasada em termos claros, e trinitarianos e não trinitarianos interpretaram como lhes sendo favorável, apenas servindo para aumentar a agitação na igreja.


A administração da Igreja Adventista sempre favorável a doutrina da Trindade, temeu uma ampla discussão sobre o assunto e a doutrina permanecia indefinida.
Foi então que ocorreu uma idéia ao Presidente da Conferência Geral, Neil Wilson fazer aprovar um Livro com 27 Doutrinas na Conferência Geral de Dallas, Texas, em 1980. (cavalo de Tróia)
Sem que a quase totalidade dos votantes soubesse o que estava dentro desse livro, (27 Doutrinas) e num levantar de mãos, o deus da Igreja Católica entrou na Igreja Adventista.

A principal razão da mudança, era distarciar o máximo possível das Testemunhas de Jeová.
Russell, o fundador dessa religião, tinha sido Adventista, e a opinião pública americana conhecia os Adventistas como:
"Uma seita do grupo das Testemunhas de Jeová".
Isso tornava os Adventistas uma das " 2 seitas" de maior rejeição entre a população dos Estados Unidos.
A analogia do povo americano prejudicava á imagem dos Adventistas, principalmente dos hospitais da igreja oferecidos ao público.

A população americana ainda não havia esquecido do "grupo de fanáticos" que anunciou a volta de Cristo para 1844 e mais tarde pregava que os Estados Unidos era a segunda besta do Apocalipse, e que conspirava para matar os guardadores do sábado.



Clique aqui para conhecer o calendário completo da mudança.

                              


 

Clique para ir à segunda página

 

alvorada.us    e-mail:   adventistasnet@yahoo.com  (clique)

?